A inteligência digital está ajudando a Polícia Federal do Brasil a confiscar milhões de bens para desmascarar chefes do tráfico - Cellebrite
Digital Intelligence is Helping Brazil’s Federal Police Seize Millions in Assets to Bring Down Drug-Smuggling Kingpins
Estudo de Caso

A inteligência digital está ajudando a Polícia Federal do Brasil a confiscar milhões de bens para desmascarar chefes do tráfico

A Operação Enterprise começou com uma apreensão de 776 kg de cocaína com destino à Antuérpia, na Bélgica.

Trabalhando com equipes de nove países diferentes, o delegado Elvis Secco, da Polícia Federal do Brasil, usou as soluções de inteligência digital da Cellebrite para identificar os principais participantes, as contas bancárias e os bens que eles possuem. Com isso, Secco e sua equipe desmantelaram toda a organização e apreenderam bens com valor equivalente a US$ 400 milhões, incluindo 50 toneladas de cocaína.

Principais desafios:

  • Mudar a forma como a Polícia Federal realizava investigações sobre grandes organizações de tráfico de drogas, rastreando as transações ilegais de lavagem de dinheiro aos indivíduos responsáveis.
  • Equipar os investigadores com as soluções certas de tecnologia digital para extrair, gerenciar e analisar os dados coletados de telefones celulares e outras fontes digitais.
  • Trabalhar em conjunto com as equipes de segurança pública de outros países para confiscar bens e prender líderes de organizações criminosas fora das fronteiras do Brasil.

Soluções de inteligência digital usadas:

  • Cellebrite UFED
  • Cellebrite UFED Cloud
  • Cellebrite Pathfinder