Devido à demanda popular, nossos especialistas internos na Cellebrite organizaram um webinar especial, o Pergunte aos Especialistas

  1. Decodificação de extrações de iOS utilizando o UFED Physical Analyzer
  2. Alavancagem de todo o potencial completo dos dados digitais com o Cellebrite Analytics
  3. O futuro da extração e decodificação para iOS 11.4.1 e além
  4. Perguntas e respostas aos especialistas

    1. Decodificação de extrações de iOS utilizando o UFED Physical Analyzer

Apresentado por Especialistas da Cellebrite:
Keren Carmeli, Gerente sênior de produtos, UFED Physical Analyzer
e Mati Goldberg, Gerente do grupo de pesquisa, P&D Forense

Nessa parte do webinar, você vai conhecer os três benefícios principais da execução de uma extração do sistema de arquivos completo, em vez da extração lógica do sistema de arquivos ou da extração lógica completa.

Aprenda a decodificar dados rapidamente e de forma abrangente, utilizando o UFED Physical Analyzer, que oferece diversas funcionalidades de decodificação e exames avançados para dados iOS, incluindo duas ferramentas genéricas que permitem obter mais dados de qualquer aplicativo incompatível.

2. Alavancagem de todo o potencial integral dos dados digitais com o Cellebrite UFED Analytics

Apresentado por Especialistas da Cellebrite: Ben Armon, Gerente sênior de produtos, Análises digitais

</iNesta seção, você vai descobrir se está alavancando todo o potencial completo de seus dados digitais, em termos de padrões de identificação de comunicações, círculos sociais ou locais onde a pessoa esteve.

Vamos explorar a possibilidade de os dados digitais capturados responderem às perguntas iniciais da investigação, em vez de apenas tentar obter respostas digitalmente de fontes externas à arena digital.

Os seguintes recursos de tecnologia de ponta do UFED Analytics serão abordados e explicados:

Análise de conexões – identifica quem está falando com quem e as hierarquias do envolvimento pessoal. Tudo isto é determinado a partir de dispositivos móveis e outras fontes digitais, para se definir como as informações se correlacionam, o que vai além dos identificadores pessoais, para estudar os atos das pessoas com recursos visuais.

Localizações mútuas – encontre pessoas situadas no mesmo local ao mesmo tempo.

Análise de mídia, imagens e vídeos  – utiliza a aprendizagem de máquinas e redes neurais para identificar objetos nos arquivos de mídia. Assim, em vez de pesquisar arquivo por arquivo, o sistema localiza, marca e organiza a mídia em 12 categorias predefinidas, como drogas, armas, exploração de crianças, e outras.

Recursos de análise de textos – destaca termos-chave no texto examinado, para reduzir pesquisas que demandam muito tempo, utilizando milhares de conversas e identificando pessoas falando de outras pessoas, locais ou organizações – minimizando o tempo de análise para que você possa se concentrar em outros aspectos do caso.

Filtro de partes – permite ao usuário selecionar um período específico para exibir os principais contatos de uma pessoa e uma lista instantânea de possíveis suspeitos.

3. O futuro das extrações e da decodificação para iOS 11.4.1 e além

Apresentado por Especialistas da Cellebrite: Shahar Tal, VP de pesquisa, laboratórios de pesquisa em segurança da Cellebrite, e Dan Embury, Diretor de tecnologia, Serviços avançados

Vamos explorar o Modo USB Restrito e como ele afeta a extração iOS, e faremos especulações quanto à possibilidade de a Apple remover as portas USB inteiramente, substituindo-as por sincronização e recarga sem fio.

Com a chegada do iOS 12 em setembro, estamos prevendo muitas atualizações e mudanças, que prometem novos desafios para a comunidade de perícias em dispositivos móveis.

Conversamos sobre o que aconteceu nos bastidores na versão iOS 11.4, em que a Apple promoveu muitas mudanças na criptografia interna, que afetaram camadas que geralmente não são transparentes para os examinadores. Uma dessas mudanças deliberadamente eliminou a opção do modo de força bruta rápida.

Além disto, à medida que a comunidade de perícias digitais passa a se preocupar mais com as senhas alfanuméricas complexas definidas pelos usuários dos smartphones, exploramos a solução de dicionários mais inteligentes para enfrentar esse desafio.

4. Perguntas e respostas aos especialistas
 
Finalmente, mas não menos importante, assista ao webinar para obter respostas às perguntas mais comuns, incluindo:

  • Qual é o melhor método a ser utilizado quando se executa uma extração de um dispositivo desbloqueado utilizando a tecnologia UFED, caso o UFED Touch2, UFED PC ou UFED Physical Analyzer sejam utilizados para extrair as informações?
  • Como recuperar mensagens SMS excluídas e outros dados excluídos de dispositivos iOS?
  • Qual seria a melhor maneira de usar o UFED Analytics para determinar a causa da morte em uma investigação de homicídio?
  • O UFED pretende incluir uma funcionalidade que permita o desbloqueio e a extração de dispositivos iOS de modelos mais antigos, como iOS 7 e iOS 8?
  • A extração física ADB para dispositivos Android estará disponível após o patch de segurança de novembro de 2016?

Acesse o webinar – Pergunte aos Especialistas – Decodificação de Extrações iOS, Use o Analytics e conheça as tendências futuras – para obter perspectivas úteis e elevar suas investigações digitais um nível acima.

Share this post