Se você ainda não tiver lido as notas de lançamento, você deve ficar a par do lançamento , em relação ao fato de que o novo método Smart ADB que desenvolvemos na Cellebrite é compatível com centenas, talvez milhares, de dispositivos Android de diferentes marcas (no momento não inclui dispositivos Samsung). 
 
E o que é exatamente o Smart ADB? Trata-se de um método de extração física adequado para perícias forenses para dispositivos Android desbloqueados e descriptografados com OS nas versões 6.0 a 8.0. É importante observar que somos o único fornecedor, até o momento, que oferece esse método revolucionário, lançado e desenvolvido de forma independente, proporcionando aos nossos clientes em todo o mundo um recurso altamente necessário. 
 

Veja como ele funciona:

Para utilizar o Smart ADB, é preciso ter um Cabo 500 e o novo firmware instalados para que o método funcione corretamente – a instalação será feita automaticamente no ato da primeira extração com o Smart ADB.
 
A execução do Smart ADB requer diversos parâmetros (“configurações”), predeterminadas e configuradas no perfil do dispositivo durante os testes de P&D. Se o ícone do Smart ADB for exibido sob seu perfil no dispositivo, isto quer dizer que foi testado e confirmado para funcionar nesse dispositivo, com as configurações conhecidas.
 
O Smart ADB também está disponível como opção genérica na tela Smartphone/PDAs Android → Extração física → Smart ADB (Recomendado), fortemente recomendada e que pode ser testada em segurança. Uma execução genérica inclui várias tentativas com diferentes configurações, e pode exigir a reinicialização do dispositivo entre as tentativas.
 
Os testes do UFED 7.8 nos nossos laboratórios demonstraram taxa de sucesso de ~80% entre os dispositivos Android compatíveis. Entretanto, o Smart ADB está em constante desenvolvimento para compatibilização com vários outros dispositivos, e as futuras atualizações do UFED deverão continuar acrescentando suporte mais abrangente.
Share this post