Mensagens do WhatsApp ajudam a condenar o assassino - Cellebrite
Estudo de Caso

Mensagens do WhatsApp ajudam a condenar o assassino

Um homem de 31 anos assassinou violentamente sua parceira, uma mãe de 36 anos e dois filhos. A polícia acessou imagens incriminatórias enviadas pelo WhatsApp que comprovaram sua culpa, resultando em uma sentença de prisão perpétua.

Dois principais desafios:

  • Encontrar as provas digitais que resultariam na prisão e condenação de um assassino
  • Trazer justiça à família da vítima