As provas digitais à luz do dia

Até o momento, não havia uma solução a que se pudesse recorrer para realizar extrações físicas da dados em dispositivos Huawei envolvidos nas investigações.

À medida que aumenta a quantidade de modelos de smartphones envolvidos nas atividades criminosas, os investigadores de perícias forenses agora estão mais preparados do que nunca para lidar com o período pós-evento de incidentes presentes e futuros envolvendo vários modelos de celulares.

Participação da Huawei no mercado e implicações

A partir deste ano, a Huawei passou a ser a 3amaior fornecedora da Europa, com 15,34% de participação no mercado, atrás de Samsung e Apple (veja as estatísticas da StatCounter de Participação no Mercado de Telefonia Celular na Europa abaixo).


Além disto, desde 2017, a Huawei superou a Apple como 2a maior fornecedora de smartphones do mundo. Veja o gráfico abaixo, fornecido pela Counterpoint Research

 

Apesar de a Huawei ocupar a 5a posição entre os fornecedores de dispositivos móveis na América do Norte, com 2,4% de participação no mercado, a aceitação global dos dispositivos móveis da Huawei ainda representa uma ameaça contínua em regiões tradicionalmente hostis aos EUA.


O que isto significa em termos de perícias digitais:

Os laboratórios de pesquisa em segurança da Cellebrite lançaram o recurso Bootloader de descriptografia para dispositivos Huawei no encalço de outras soluções de extração de vanguarda: Smart ADB para dispositivos Android, e Bootloader de descriptografia EDL para dispositivos Android com tecnologia Qualcomm – que está definindo o padrão das perícias digitais.

Possivelmente, até 15% das evidências digitais em uma variedade de celulares Huawei, no ano passado, agora estão acessíveis com o UFED Versão 7.8 and higher.

Com o UFED 7.8, você agora pode executar remoçao física de bloqueios e extração completa do sistema de arquivo, em dezenas de dispositivos Huawei que utilizam chipset HiSilicon Kirin. As seguintes famílias de smartphones são compatíveis: 620, 650, 658 659, 930, 935, 950 e 960. Dispositivos compatíveis incluem: Mate 9, Honor 9, P9 e P10

Leia as notas de lançamento do UFED 7.8, para ver uma descrição mais detalhada do recurso de desbloqueio de dispositivos Huawei, além de:

  • Aplicativos para Android/iOS novos e atualizados agora são compatíveis, incluindo o Yubo, antigo Yellow, os aplicativos para redes sociais cuja meta são adolescentes, em conjunto com 147 aplicativos atualizados.
  • Novos dispositivos móveis compatíveis, incluindo Oppo CPH1609 F3, Alcatel 5090i A7, e Sony G3121 Xperia XA1.
  • Valores criptográficos compilados para validação de software


Além disto, você pode assistir ao breve vídeo de demonstração abaixo que mostra como executar o procedimento de desbloqueio em dispositivos Huawei, utilizando um cabo e duas ações simples. Você também vai aprender quando e por que utilizar o recurso do Bootloader de descriptografia e se beneficiar das dicas e táticas para melhorar seus procedimentos de extração em dispositivos Huawei.

 

 

Com este lançamento de última geração, os investigadores de perícias digitais podem produzir mais provas para solucionar investigações com inteligência digital irrefutável, que nos aproximam de um mundo mais seguro, um caso de cada vez.

Share this post