[vc_row][vc_column][vc_column_text]

A Cellebrite está oferecendo aos investigadores novas ferramentas para acessar o aplicativo de moedas criptográficas Coinbase, para reduzir o anonimato dos usuários de Bitcoins e suas transações.

 

Como parte de um dos o maiores mercados não regulamentados do mundo, constatou-se que a moeda criptográfica Bitcoin mantém envolvidas em atividades ilícitas. Não é surpresa alguma, visto que as moedas criptográficas, como o Bitcoin, são atraentes para criminosos por oferecerem um método de pagamento inteiramente anônimo.

 

O aplicativo de carteira digital Coinbase tem tido uma adesão rápida, com mais de 20 milhões de usuários atualmente. Até o momento, esse aplicativo já foi utilizado em negociações que totalizam US$ 150 bilhões em bens digitais na sua plataforma de câmbio. Em 2017, o Coinbase registrou receitas de US$ 1 bilhão, conforme dados da Recode, e conforme sua própria autoavaliação em torno de US$ 8 bilhões em um processo de aquisição nesta primavera.

Moedas criptográficas por % de capitalização e participação no mercado (Fonte:Coinmarketcap)

Dizer que a capacidade de perceber quando as transações ocorrem, quais delas devem ser abordadas e quanto dinheiro digital foi transferido não teria valor para os investigadores digitais solucionarem crimes é subestimar esses recursos.

Conheça a solução Cloud Analyzer

Até o momento, as soluções para perícias digitais eram capazes apenas de extrair dados parciais do Coinbase, em relação ao saldo em contas de Bitcoins, e apenas em alguns dispositivos. Isto é insuficiente quando os endereços de contas reais e outros dados são necessários para se associar uma conta a um suspeito, uma pista ou uma vítima.

É por isto que a Cellebrite atualizou sua mais nova versão do Cloud Analyzer release para capacitar os investigadores e peritos digitais a extraírem endereços de Bitcoins, bem como a identificar históricos de transações do aplicativo Coinbase.

Os investigadores digitais que precisam “monitorar o dinheiro” agora podem acessar, em relação a um crime e se valendo de uma linha do tempo adequada, os valores e as datas em que os fundos foram transferidos. Ao acrescentar esse importante componente digital às investigações, elementos de prova fundamentais podem ser alavancados para solucionar um crime.

Para os peritos que auxiliam os investigadores digitais, os históricos das transações em dinheiro digital podem ser facilmente apresentados aos colegas e posteriormente utilizados como provas sólidas por promotores em um tribunal. Veja um exemplo fictício de como o sistema funciona.

Recuperação de histórico de transações em Bitcoins em ação

Ted, um investigador digital, sabe que Jimmy está vendendo drogas para alunos do ensino médio. No entanto, apesar das pesquisas nas diversas vezes em que o traficante foi preso, Ted nunca conseguiu encontrar qualquer dinheiro em poder de Jimmy, nem qualquer prova de suas atividades ilícitas no mercado.

John, um perito de posse de um mandado, extraiu dados do celular de Jimmy na última ocasião em que foi preso. Embora John tenha descoberto que Jimmy possuía uma carteira digital, ele nunca conseguiu encontrar qualquer dado relevante, então ele baixou a última versão de Cellebrite Cloud Analyzer.

Depois de receber um mandado para quebra de sigilo do aplicativo de Bitcoins de Jimmy na nuvem, John conseguiu extrair os dados, revelar o identificador exclusivo de Jimmy e recuperar todos os dados de suas transações em moeda digital, além de seus registros exclusivos de data e hora das operações.

Quando esses dados foram adicionados à linha do tempo no UFED Cloud Analyzer da Cellebrite, juntamente com os dados e registros de chamadas do celular de Jimmy, Ted conseguiu substanciar seu caso e validar os pagamentos feitos para a compra e venda de drogas. Além disto, essas provas digitais também confirmaram que Jimmy estava realizando atividades ilícitas em uma zona escolar, o que é um agravante para sua pena.

Para o investigador e perito digital que pesquisam transações em dinheiro, o UFED Cloud Analyzer é a única solução capaz de exibir o histórico de transações com Bitcoins no Coinbase.

Access the Cloud Analyzer Release 7.4 here.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Share this post