Unidade de Polícia de Crimes Cibernéticos de Chiapas reúne evidências digitais para vincular suspeitos e clientes à exploração sexual de menores - Cellebrite
Cybercrime-Police-Unit-in-Chiapas-Gathers-Digital-Evidence-That-Ties-Main-Suspect-and-Several-Clients-to-Sexual-Exploitation-of-Minors-1024x576
Estudo de Caso

Unidade de Polícia de Crimes Cibernéticos de Chiapas reúne evidências digitais para vincular suspeitos e clientes à exploração sexual de menores

Trabalhando com um cronograma muito apertado, os investigadores do estado mexicano de Chiapas reuniram evidências digitais convincentes de quatro celulares que levaram a uma apreensão por tráfico de pessoas – coibir a prostituição de dois menores e uma terceira vítima adulta, prender o suspeito e revelar informações sobre os clientes.

Principais desafios:

  • Pressão de tempo intensa: o Ministério Público concedeu à equipe apenas cinco dias para extrair e analisar os dados dos celulares
  • A tarefa de coletar dados digitais de quatro dispositivos móveis diferentes: dois telefones da Samsung, um da LG e um da Azumi.
  • A necessidade de criar um relatório convincente para apresentação em uma audiência judicial que mostrasse claramente as evidências necessárias para provar o envolvimento do suspeito no caso.

Soluções de inteligência digital usadas:

  • Cellebrite UFED
  • Cellebrite Physical Analyzer