A polícia de LaGrange utilizou os serviços da Cellebrite para obter mensagens de texto enviadas e recebidas, rastrear ligações telefônicas e baixar sites visitados na internet do celular, que alegadamente pertence a Martinez. Os investigadores também utilizaram texto e chamadas extraídas de um celular, que teria sido utilizado pela vítima de 11 anos de idade.

Read full story