A Biblioteca de recursos mantém a conformidade à política e aos procedimentos legais em todo o ciclo de acesso legítimo a provas obtidas a partir de fontes públicas e privadas em nuvem.

SCOTTSDALE, AZ 3 de maio de 2018 – A Conferência procuradores gerais da costa oeste (CWAG)parceira do grupo de trabalho em segurança cibernética da Cellebrite, fornecedora líder de soluções em inteligência digital, anunciou hoje o lançamento de um repositório abrangente de documentos e ativos educativos digitais processuais, projetado para otimizar o processo investigativo das forças da lei e promotorias.

Com a iniciativa do presidente da CWAG 2018 com pano de fundo, a CWAG e a Cellebrite forneceram detalhes sobre essa importante iniciativa conjunta, em desenvolvimento há mais de um ano. O novo Repositório digital é uma biblioteca dinâmica em constante evolução, que servirá para advogados de todo o país a desenvolverem políticas e procedimentos que vão assegurar às forças da lei e aos promotores o acesso a informações relativas ao uso de provas digitais em investigações criminais e no encerramento de casos.

A Força-tarefa de perícias digitais do Grupo de trabalho em segurança cibernética da CWAG consiste de representantes de procuradorias do Arizona, Colorado, Idaho e Wisconsin. Com uma meta inicial de elaborar políticas e procedimentos legais referentes ao acesso a nuvens públicas e privadas por meio de ferramentas como o UFED Cloud Analyzer da Cellebrite, a CWAG reconheceu as implicações mais amplas e o valor de desenvolver e compartilhar suas perspectivas coletivas. Com a especialização técnica e a orientação da Cellebrite, o grupo de trabalho definiu os alicerces da iniciativa do repositório.

“A tecnologia em perícias digitais tornou-se cada vez mais um recurso imprescindível para as forças da lei e órgãos judiciais nos Estados Unidos, visto que os crimes em todos os níveis costumam envolver volumes expressivos de provas digitais” – disse Karen White, Diretora executiva da CWAG. “As ferramentas de inteligência digital podem proporcionar a coleta em tempo real de provas armazenadas em nuvem, de forma adequada para perícias forenses, permitindo aos oficiais das forças de lei e aos investigadores preservar e analisar dados de domínio público, incluindo informações de localização, perfis, imagens, arquivos e comunicações dos aplicativos de redes sociais mais populares”.

“Na era digital em que vivemos, as evidências se apresentam em diversos formatos – com milhares de itens de dados em dispositivos móveis, além das informações importantes das redes sociais” – disse a procuradora geral do estado do Colorado, Cynthia Coffman. “Isto poderia representar um desafio para as forças da lei, e é por isto que na primeira reunião formal do Grupo de trabalho em segurança cibernética da CWAG no ano passado, lançamos a força-tarefa de perícias digitais da CWAG para facilitar o acesso das forças de lei à tecnologia de que precisam. Particularmente, no caso de investigações de alto risco, envolvendo homicídios, violência de gangues e tráfico humano, não há motivos para as forças de lei e os promotores federais não disporem das ferramentas forenses mais avançadas. O repositório apresentado pela CWAG vai permitir às equipes prestar serviços melhores a suas comunidades”.

O novo Repositório digital da CWAG será armazenado na própria CWAG, e estará ao vivo já este mês, na seção de Recursos do site da CWAG na internet: www.cwagweb.org.

 

Conferência de procuradores gerais da costa oeste (CWAG)

A Conferência de procuradores gerais da costa oeste (Conference of Western Attorneys General – CWAG) é a um grupo bipartidário que se expandiu além da nossa designação regional, abrangendo 38 estados como participantes. Os principais juristas de 15 estados ocidentais e três territórios do Pacífico são os fundadores e membros votantes da associação. Os estados do Alasca, Arizona, Califórnia, Colorado, Havaí, Idaho, Montana, Nevada, Novo México, Dakota do Norte, Oregon, Dakota do Sul, Utah, Washington e Wyoming são participantes. A Conferência também inclui as jurisdições do Pacífico Samoa Americana, Comunidade das Ilhas Mariana do Norte e de Guam. Os membros colaboradores participam de seminários jurídicos e grupos de trabalho ativos em uma série de áreas jurídicas. Entre os membros colaboradores, figuram: Alabama, Arkansas, Connecticut, Distrito de Columbia, Flórida, Indiana, Iowa, Kansas, Louisiana, Massachusetts, Michigan, Mississippi, Nebraska, Carolina do Norte, Oklahoma, Rhode Island, Texas, Vermont, West Virginia e Wisconsin.

A função primordial da CWAG é oferecer um fórum para oficiais judiciais e das forças de lei nos estados-membro e nas jurisdições participantes, para cultivar o conhecimento e a cooperação em assuntos e ações coordenadas que possam melhorar a qualidade dos serviços jurídicos disponíveis para seus membros. A CWAG se concentra nas áreas comuns de interesse da costa oeste: recursos hídricos, pesca e vida selvagem, terras pública, minerais, proteção ambiental e leis de proteção indígena.

 

Cellebrite: Inteligência digital para um mundo mais seguro

Os dados digitais têm um papel cada vez mais importante nas investigações e operações de todas as naturezas. Tornar esses dados acessíveis, colaborativos e acionáveis é o que a Cellebrite faz de melhor. Como líder global em inteligência digital, com mais de 60.000 licenças implementadas em 150 países, a Cellebrite oferece às forças da lei e aos clientes das áreas militar, de inteligência e empreendedores a mais completa linha de soluções comprovadas no setor para perícias forenses, triagens e análises digitais.

Permitindo o acesso, o compartilhamento e a análise de dados digitais extraídos de dispositivos móveis, redes sociais, nuvem, computadores, operadoras de telefonia celular e outras fontes, os produtos, soluções, serviços e treinamentos da Cellebrite ajudam o cliente a desenvolver casos mais fortes rapidamente, mesmo nas situações mais complexas. O resultado é que a Cellebrite se tornou a fornecedora preferida para soluções de inteligência digital que possibilitam um mundo mais seguro a cada dia que passa.